Arquivo da tag: Drummond

Carta

Esse texto eu achei sem querer, durante meus estudos solitários das tardes longas, longuíssimas – que são ainda mais longas porque, em São Paulo, o sol demora a se pôr (resquícios do verão).  Coloco aqui, para ver se me obrigo … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com , | Deixe um comentário

Os ombros suportam o mundo

Preciso dormir para ir ao trabalho outra vez. “Chegou um tempo que a vida é uma ordem. A vida apenas, sem mistificação.”

Publicado em Diário | Marcado com | Deixe um comentário

Procura poética

Amo O Poema, mas não sei fazer poesia… Aí fui perguntar a Drummond o que fazer. E ele me respondeu assim:   “Convive com teus poemas, antes de escrevê-los. Tem paciência, se obscuros. Calma, se te provocam. Espera que cada … Continuar lendo

Publicado em Diário, Poesia | Marcado com , | 4 Comentários