Arquivo da categoria: Divagações

Só-mente

Eu ensaiei esse texto dezenas de vezes na minha cabeça antes de escrevê-lo. E tentei ter muitas desculpas para não fazer com que ele nascesse, viesse ao mundo e deixasse de ser meu. Como um filho do cérebro, como Atena … Continuar lendo

Publicado em Divagações, Infausto mundo de Andréa, Literatura, Solidão | Deixe um comentário

Sem título

Depois de cinco rascunhos e nenhum post eu peço ao ser mitológico que roubou minhas palavras que as traga de volta – eu me recuso a viver sem elas.

Publicado em Divagações | Marcado com , | Deixe um comentário

S. Francisco

Não cuspi no prato. Deixei-o de lado – não o jantar, o acompanhante. Talvez os dois. Talvez nós três. Vi o gerente se aproximar e passar por mim, em direção ao que era a minha mesa. Não voltaria para ela, … Continuar lendo

Publicado em Divagações | Marcado com | Deixe um comentário

Agreste

Trocou as folhas pelos espinhos. Não que quisesse ferir ou afastar alguém, ainda que isso acabe acontecendo. O cacto precisa sobreviver em um ambiente seco e hostil, de poucos companheiros. Para não deixar evaporar a água que arduamente conseguiu tirar … Continuar lendo

Publicado em Diário, Divagações | Marcado com | Deixe um comentário

De mudança

Revivo esse blog como quem remexe um velho guarda-roupas e coloca suas coisas numa caixa, se preparando para fazer uma mudança. Agora observo bibelôs, velhas contas pagas, blusas fora de moda, sapatos gastos. Meu museu pessoal. Museu que não são … Continuar lendo

Publicado em Divagações | Marcado com | 2 Comentários