Getting high

O Natal é uma droga, literalmente. Tudo está horrivelmente previsível: o seu ônibus vem lotado, seu salário não dá para nada, mais uma crise ameaça o mundo. Aí, de repente, chega dezembro e Recife cai em um surto psicodélico coletivo. Vemos gnomos, duendes e luzes coloridas. Mesmo com 30 graus à sombra, há neve nos telhados.  Surgem renas luminosas, estrelas caem dos prédios, há anjos pendurados nas árvores! E eu, entrando no surto, acho que as setas dos carros na Agamenon, em estado de congestionamento, são um grande pisca-pisca. 

Acho que estou inalando muita fumaça de escapamento.

Anúncios

Sobre Andréa Maciel

Paulista nordestina naturalizada recifense e entendedora do português lusitano. Estuda Comunicação Social - e adora a comunicação justamente por isso, porque é Social. Acredita em um mundo mais bonito. Acredita em todas as belezas.
Esse post foi publicado em Divagações e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Getting high

  1. Rafael Sotero disse:

    deixa de ser chata e seja feliz! aehuioah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s