Parece que todo pic-nic acaba em um Candeias – Dois Irmãos

A blusa que o outro elogiou um dia. Cabelos “alegres”. Os chinelos serviam para dar um ar despojado, banal à tarde – mesmo que ela, no fundo, tenha cogitado usar sandálias de domingo. Preparou sanduíches com o melhor que tinha em casa. Pegou um pacote de biscoitos porque, afinal, não era muito o “melhor que tinha em casa”. Desmanchou uma de pilhas de livros para pegar aquele que repousa por baixo de 50 outros volumes. Todo cuidado é feito por detalhes. E todo cuidado é uma forma de carinho. Ela olhou para tudo isso e achou bom.

Não foi o suficiente. Mas foi bonito esse momento, o “quase”. Teve mais vida que a volta para casa. Enfim, eu estava feliz. Nessas horas, tudo parece simples.

Anúncios

Sobre Andréa Maciel

Paulista nordestina naturalizada recifense e entendedora do português lusitano. Estuda Comunicação Social - e adora a comunicação justamente por isso, porque é Social. Acredita em um mundo mais bonito. Acredita em todas as belezas.
Esse post foi publicado em Diário e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Parece que todo pic-nic acaba em um Candeias – Dois Irmãos

  1. Rafael Sotero disse:

    A mim nem dá felicidade. Sempre estou dormindo nele. 😛

  2. rodrigo martins disse:

    é tão bom sentir que a felicidade é simples.

  3. Leilane Cruz disse:

    ainnn… tu é linda e às vezes exala felicidade… que nem neste texto……….. ou nos sorrisos nossos de cada dia.
    =*****************

Deixe uma resposta para Rafael Sotero Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s