Melodrama

Era uma vez, em Punta del Este, um rapaz chamado Rodolfo Augusto e uma moça chamada Mercedez de la Calle. Eles estavam há algumas semanas juntos e inseparáveis. Mas, por causa de uma viagem de família ao interior de Cochabamba, Mercedita ficou uma semana afastada de Rodolfo Augusto. Ele, estagiando e sem férias, não pode acompanhá-la. Ela, muito tranquila até então, seguiu sua viagem, como o planejado.

Na volta, Mercedita estava muito feliz, tanto pela agradável viagem quanto pela expectativa de reencontrar Rodolfo Augusto. Ao chegar em casa, porém, Mercedez encontra uma visita inesperada: Julia Cajaranas (leia-se “rúlia carraranas”), a ex de Rodolfo Augusto, deitada no chão do corredor do prédio, como que sem ligar para a presença de Mercedez. Mercedita finge que nada aconteceu, tenta prosseguir a vida. Mas chegam terríveis histórias aos seus ouvidos: Rodolfo Augusto teria ficado com sua ex durante a semana em que Mercedez esteve fora. Sem acreditar no que ouvira, Mercedita pergunta a Julia Cajanas (ainda deitada no chão) se isso era verdade. Ela confirma. E completa com a bombástica notícia: desse encontro, Julia teria como prova o filho que esperava de Rodolfo Augusto (sim, ela estava embarazada!).

Rodolfo Augusto vai à casa de Mercedez, que o recebe friamente. Ele não entende e pergunta o que está havendo. Mercedita apenas aponta para Julia Cajanas no chão e diz tudo o que sabe sobre o encontro deles durante a semana e o filho que é fruto dessa grandicíssima sacanagem “hijadelputa”. Rodolfo Augusto não sabia da gravidez da ex e parece um pouco atordoado. Julia Cajanas se levanta repentinamente, dá a mão a Rodolfo Augusto e os dois vão embora. Rodolfo Augusto olha para trás. Mercedez vira o rosto e cai ao chão a la Scarlett O’hara del Mexico.

Anúncios

Sobre Andréa Maciel

Paulista nordestina naturalizada recifense e entendedora do português lusitano. Estuda Comunicação Social - e adora a comunicação justamente por isso, porque é Social. Acredita em um mundo mais bonito. Acredita em todas as belezas.
Esse post foi publicado em Diário e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Melodrama

  1. Rafael Sotero disse:

    Tás virando help agora, é? 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s