Eu pensei que não teria mais motivos pra escrever. Mas minha mão gelou por causa de uma foto. Ou melhor, de duas. Porque não eram fotos minhas.

Amores se vão. O meu é que não passa com tanta facilidade. Por que eu tenho que ficar assim? Por que, no fundo, eu tenho tanto ciúme? Por que eu não consigo me libertar disso? Por que eu quero que o Outro esteja comigo? Por que eu preferia quando ele fingia que gostava de mim? Por que eu adorava pensar que era verdade, ainda que soubesse que era mentira? Por que eu vou me obrigar a procurá-lo em outra pessoa?

Anúncios

Sobre Andréa Maciel

Paulista nordestina naturalizada recifense e entendedora do português lusitano. Estuda Comunicação Social - e adora a comunicação justamente por isso, porque é Social. Acredita em um mundo mais bonito. Acredita em todas as belezas.
Esse post foi publicado em Diário e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s